O site para a mulher que gosta de cuidar com carinho da sua família.

HOME FAVORITOS PUBLICIDADE DIVULGUE ENVIE SUA DICA CONTATO

BELEZA

 
 
 

.

 

.

fibras

 

 

.Fibra pode reduzir para metade o risco de cancro da mama em mulheres jovens
 

Mulheres pré-menopáusicas que consomem pelo menos 30g de fibra por dia podem reduzir o risco de cancro da mama em 52%, sugere um estudo epidemiológico do Reino Unido.

Num estudo em 35.792 mulheres entre os 35 e os 69 anos de idade foi observado que uma ingestão elevada de fibra, particularmente fibra proveniente de cereais e frutas, estava associada a uma redução significativa do risco de cancro da mama em mulheres pré-menopáusicas. No entanto, não foi verificado qualquer efeito protector em mulheres pós-menopáusicas.

Mais de um milhão de mulheres por todo o Mundo são diagnosticadas com cancro da mama todos os anos, com incidências mais elevadas nos EUA e Holanda. A China apresenta as mais baixas taxas de incidência e mortalidade desta doença.

The National Cancer Institute estima que 13% das mulheres Americanas irão desenvolver cancro da mama durante as suas vidas.

O UK Women’s Cohort Study (UKWCS) avaliou a ingestão dietética das mulheres através de um questionário de frequência alimentar com 271 itens. Após 7,5 anos de acompanhamento, foram diagnosticados 350 casos de cancro da mama invasivo em mulheres pós-menopáusicas e 257 casos em mulheres pré-menopáusicas.

Depois de divididas em 5 grupos de acordo com a ingestão de fibra, os investigadores observaram que uma ingestão média diária de pelo menos 30g de fibra total estava associada a uma redução do risco de cancro da mama em cerca de 52% em mulheres pré-menopáusicas, quando comparadas com mulheres pré-menopáusicas com uma ingestão diária de 20g.

“Este é o primeiro grande estudo a revelar uma associação entre a ingestão total de fibra e o risco de cancro da mama em mulheres pré-menopáusicas”, afirmou a autora.

Os investigadores sugeriram vários mecanismos possíveis para as aparentes reduções do risco entre as mulheres pré-menopáusicas, entre eles o potencial papel dos nutrientes antioxidantes presentes nos alimentos ricos em fibra, que têm propriedades protectoras contra espécies reactivas de oxigénio (ROS). Sugeriram também que a fibra pode suavizar os picos e depressões dos níveis de insulina, propostos como causa potencial do cancro.

Uma terceira explicação pode ser o papel das hormonas femininas – estrogénios – no desenvolvimento do cancro da mama.

Estudos anteriores revelam que a fibra dietética pode regular os níveis de estrogénios no organismo, efeito especialmente relevante no grupo pré-menopausa, que naturalmente apresentam níveis bastante mais elevados da hormona.


*******

Fibras: alimento funcional com diversos benefícios para a sua saúde

As fibras são alimentos saudáveis que podem ajudar na prevenção de algumas doenças da vida moderna.


Com o avanço de pesquisas sobre alimentação e nutrição recentemente divulgadas pela mídia, o aumento de expectativa de vida e o crescente surgimento de doenças crônicas (obesidade, diabetes, hipertensão, câncer e aterosclerose), a população tem mais informação sobre os alimentos protetores ao organismo. A comunidade científica tem produzido vários estudos sobre nutrição e manutenção da saúde, em especial sobre os alimentos funcionais.

A importância das Fibras

As fibras alimentares têm sido muito discutidas no que tange à revelação de seus benefícios e facilidade de consumo. Elas auxiliam o funcionamento do intestino e seu consumo deve estar associado a uma dieta equilibrada e hábitos de vida saudáveis (conforme alegação funcional aprovada pela ANVISA). Além disso, as fibras podem ajudar a reduzir o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, contribuem para o controle glicêmico e ajudam no processo de perda de peso.

As fibras, além de consideradas alimentos funcionais, são nutrientes básicos de uma dieta equilibrada e seu consumo diário é obtido de alimentos como frutas, verduras e legumes. De acordo com a American Dietetic Association (ADA), um adulto deve ingerir de 20 a 35 g de fibras por dia. Já pela legislação brasileira, resolução RDC 360/2003, um adulto deve ingerir 25g de fibras ao dia.

 

.

 

 

.

 

 


.

 
 

.


 

 
esportes e fitness